Av. Mato Grosso - Nº 175/ Centro, Cep: 78.370-000 Fone: (65) 3332-1130 Atendimento: 07h00 às 11:00 e 13:00 às 17:00 horas
Publicado em: 12/09/2018 ás 09:33:00 Autor: Assessoria/Prefeitura

Seguindo a estratégia do ano passado a Campanha de Vacinação Antirrábica Animal será realizada em três etapas, com objetivo de vacinar um número expressivo de animais.

O Departamento de Vigilância Sanitária programou a campanha para três finais de semana, onde uma equipe da VISA estará vacinando todos os animais de estimação.

 

No próximo sábado, dia 15, a equipe, coordenada pelos Chefe da Vigilância Sanitária, Lucas Arantes Feitosa estará no bairro centro em frente ao laboratório e na Unidade Básica de Saúde do bairro São João, nos horários das 07h30 às 17h00.

Segundo Lucas, o cronograma seguirá no dia 22, nos mesmos horários nas Unidades de Saúde Ouro Verde I e Ouro Verde II. E, no dia 29, na Unidade de Saúde do bairro Boa Esperança e Itamarati.

A meta é vacinar pelo mais de 3.030 cães e 380 gatos. Segundo informa a equipe da VISA, serão vacinados animais a partir dos três meses de idade e o dono do animal deve levar o cartão de vacina. Os técnicos solicitam também que os animais sejam levados por adultos, para evitar o risco de não ocorrer acidentes, com mordidas, unhadas e até mesmo o extravio dos mesmos.

PREVENÇÃO - A raiva é uma doença infecciosa aguda, quase sempre fatal, que afeta mamíferos (homem, cão, gato, morcegos e outros animais). Ela é causada por um vírus do gênero Lyssavirus que se multiplica e se propaga - via nervos periféricos - até o sistema nervoso central, de onde passa para as glândulas salivares, nas quais também se multiplica.

A raiva é transmitida por meio da saliva de animal infectado, seja por mordedura, lambeduras e arranhaduras de mucosa ou pele que apresentam ferimentos. Em áreas urbanas, os principais transmissores são o cão, o gato e o morcego.

Em áreas rurais, além de cães, gatos e morcegos, tem-se o macaco e mamíferos domésticos como: bovinos, equinos, suínos, caprinos e ovinos. A forma mais eficaz de impedir a ocorrência de raiva humana transmitida por cães e gatos é manter os animais vacinados, de modo a formar uma barreira imunológica que impeça a disseminação do vírus.

Notícias relacionadas

13/12/2018

Confraternização marca encerramento das atividades do Grupo Viver Feliz e...

Visualizar Notícia

12/12/2018

Diretores da rede municipal de ensino são eleitos, em Nova Olímpia

Visualizar Notícia

12/12/2018

Secretaria de Assistência encerra atividades do Serviço de Fortalecimento...

Visualizar Notícia

12/12/2018

Social realiza solenidade de entrega Certificados dos cursos oferecidos em ...

Visualizar Notícia